PARA FALAR CONOSCO

Entre em contato pelos emails:

mariasdeoliveira@hotmail.com
mariasantosdeoliveira13@gmail.com
marsan_oliveira@yahoo.com.br

Será um prazer atende-los.

domingo, 4 de abril de 2010

ADOLESCÊNCIA

DEPRESSÃO NA ADOLESCÊNCIA


A juventude e sobretudo a adolescência é um tempo marcado por profundas mudanças, chove, neva e faz sol quase em simultâneo. Acontecimentos contraditórios e incontroláveis atropelam-se sem que seja possível atribuir-lhes sentido. O corpo muda, a família deixa de ser o espaço onde se encontra sentido para tudo e os amigos vão conquistando terreno. Nada é certo nem definitivo... tudo é novo. O que fazer com um corpo que de repente sente? Com os pais que vêem a saída do ninho como uma traição? Com o antigo 'eu' que num mar calmo levava o barco sempre ao cais certo?

O ruído causado por tantas questões faz com que se instale progressivamente uma dor... dor essa que para alguns, e só para alguns, se pode tornar um sofrimento insuportável. Não falo de tristeza, nem de luto, falo de depressão. A depressão pode surgir quando acontecimentos de vida marcados por elevado stress abanam profundamente o indivíduo, mas pode também surgir sem motivos exteriores aparentes, em resultado de uma predisposição genética.

SINTOMAS DA DEPRESSÃO

Os sintomas da depressão caracterizam-se por uma perda de interesse, pela incapacidade de sentir prazer, diminuição da actividade devido à falta de energia, cansaço profundo. Frequentemente, o deprimido apresenta distúrbios graves de memória e concentração, baixa auto-estima e pouca auto-confiança, sentimentos de culpa e inutilidade. O futuro é visto de uma forma extremamente pessimista, surgindo a ideia de morte. Em algumas depressões surgem insónias, redução do apetite e melhoria do temperamento, ao passo que noutras se verifica um aumento de apetite, das horas de sono e agravamento do temperamento na segunda metade do dia.

A gravidade da depressão depende do número e da intensidade dos sintomas característicos. Muitas vezes, este estado de profunda tristeza alterna com o estado de mania. No estado maníaco o indivíduo sente-se eufórico, trabalha muito, torna-se hiperactivo e precisa de poucas horas de sono. Esta perturbação é designada psicose maníaco-depressiva.

DEPRESSÃO É UMA DOENÇA

A depressão resulta de um desequilíbrio biológico, que só poderá ser resolvido com a ajuda de medicamentos, não se tratando de uma questão de força de vontade, mas de um distúrbio físico.

Arrume de uma vez por todas do seu sótão os preconceitos que ainda possam persistir em torno das doenças psíquicas. Estes preconceitos culturais e sociais só têm contribuído para dificultar o diagnóstico e o tratamento destas doenças. Porque se continua a aceitar tão bem a insuficiência de insulina ou adrenalina e se tem tantas dificuldades em aceitar perturbações ao nível da seretonina, substância que se sabe ligada ao humor

O isolamento é sempre a pior opção, partilhe o seu sofrimento e procure sempre a ajuda de um especialista.

Adriana Campos

FONTE:Educare.pet

Nenhum comentário: